O marketing de conteúdo é uma estratégia que pertence à área de marketing digital, muito presente em diversas empresas e organizações da atualidade. Isso acontece  por que a produção de conteúdos úteis e agradáveis são capazes de impulsionar o setor de marketing de uma empresa e consequentemente aumentando os lucros.

 Além disso, com as novas ferramentas digitais, é importante que as empresas adaptem-se às novidades constantes para aprimorar a sua conectividade com os consumidores.

Com isso, o texto abaixo irá explorar o conceito de marketing de conteúdo, incluso no marketing digital, apresentando suas vantagens e estratégias que podem ser aplicadas para alcançar o sucesso dessas ações.

 O que caracteriza o marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo baseia-se na criação e na distribuição de conteúdos valiosos, relevantes e consistentes com o intuito de atrair e engajar uma audiência bem definida. Ultimamente, essa estratégia tem sido utilizada para direcionar o consumidor ao ato da compra.

Existem três principais razões, pelas quais o marketing de conteúdo é extremamente útil para as empresas da atualidade pois, aumenta as vendas, evita prejuízos e gera consumidores a longo prazo e engajados com a marca. 

É importante ter em mente que a palavra principal para as estratégias de marketing de conteúdo é o “valor”. Ou seja, os conteúdos produzidos por uma empresa são capazes de agregar valor tanto ao material desenvolvido quanto para a empresa ou produto. 

Dessa maneira, se uma empresa produz um conteúdo sobre uma fábrica de estruturas metálicas, por exemplo, naturalmente  consegue criar toda uma ambientação para a sua marca e os seus produtos, facilitando as vendas.

Tipos de conteúdos que podem ser produzidos

Existem diversos tipos de marketing de conteúdo capazes de serem desenvolvidos pelas empresas. Por isso, é necessário que o conteudista seja capaz de identificar as variadas oportunidades de conteúdos que podem ser produzidos, melhorando ainda mais a qualidade do material publicado. 

Nesse sentido, os principais tipos de conteúdos criados pelas empresas são:

  • Infográficos;
  • Web pages;
  • Podcasts;
  • Vídeos;
  • Livros/e-books.

Os infográficos geralmente são compostos por gráficos longos e verticais, que incluem estatísticas, tabelas, diagramas, quadros e outras informações. Os infográficos podem ser muito eficientes, capazes de ser postados e compartilhadas dentro do mundo digital durante vários anos, oferecendo grande visibilidade para as empresas produtoras de infográficos.

A partir disso é possível desenvolver infográficos criados por ilustradores especializados nesse segmento, proporcionando grandes lucros para as empresas. Além disso, o infográfico pode ser utilizado para incrementar conteúdos de blogs e sites, vinculando essas informações visuais com tópicos relacionados aos negócios de uma empresa.

Com isso, uma empresa que oferece serviço de gesso, por exemplo, pode criar gráficos demonstrando o crescimento do mercado e aumento do uso do produto. Esses, conteúdos podem ser posteriormente utilizados por outros sites que publicam textos relacionados a esse mesmo assunto.

Já as Web pages, desenvolvidas para o marketing de conteúdo, apresenta diferenças com os sites criados para outros serviços de uma empresa. Pois, têm o intuito de apresentar a empresa em si, incluindo fatores de produtos, descrições de itens, localização da lojas físicas, dúvidas e, até mesmo, plataformas para compras online.

Por outro lado, as páginas da web criadas para o desenvolvimento do marketing de conteúdo, têm a função de atrair a atenção dos usuários da internet a partir do desenvolvimento de conteúdos.

Portanto, produzir conteúdos que são  interessantes para as pessoas ajuda a gerar mais leads. Ou seja, quando alguém lê um texto sobre as vantagens de se contratar uma empresa de manutenção predial, esse usuário fica mais próximo de efetuar uma compra, já que, a partir disso, ele pode estar considerando a contratação desses serviços. 

Essa é uma estratégia essencial para o deslocamento dos clientes através do funil de vendas, que estabelece os momentos pelos quais alguém precisa passar até efetuar uma compra.

Em terceiro lugar, têm-se os podcasts, uma nova modalidade de conteúdos que está recebendo muita  atenção dentro do mundo digital. Os podcasts são capazes de oferecer visibilidade para uma empresa dentro de um mundo atual.

Aplicativos como Spotify e iTunes são as maiores plataformas de reprodução de podcasts, possibilitando que usuários desses apps tenham fácil acesso a informações que podem ser relevantes para eles. 

Com isso, muitas pessoas utilizam os podcasts não apenas para a propagação de conteúdos informativos, mas também para a divulgação dos próprios produtos de uma empresa. 

Dessa maneira, uma loja que vende corrimão de madeira para escada, por exemplo, pode produzir podcasts falando tanto sobre as propriedades estéticas desse item para uma residência sobre as vantagens de determinada empresa.

Além disso, existem os vídeos. Ainda muito pouco explorados pelas empresas devido ao custo e a demanda de tempo para produção. Contudo, com o decrescente preço dos equipamentos profissionais de gravação, a produção de conteúdos em vídeo, e em áudio vem tornando cada vez mais viável. 

Os benefícios dos vídeos são vários, já que existe um consenso geral de que conteúdos visuais são capazes de conquistar muito mais atenção de usuários da internet, visto que eles são mais fáceis de serem compreendidos e, portanto, consumidos.

 Assim, para exemplificar, pode-se pensar em uma empresa que vende mesa para escritório em MDF, pode publicar conteúdos em vídeo dentro das redes sociais.

Por último, os livros e e-books são uma ótima maneira de ampliar o marketing das empresas. Os livros não são utilizados simplesmente para a venda de si próprios, mas também para a venda de ideias e de produtos. 

Os e-books podem carregar um grau de informações mais denso, podendo estar mais voltado para pessoas que desejam saber sobre questões técnicas de um produto. 

Eles podem ser oferecidos, por exemplo, no final de um artigo sobre como escolher pés para móveis de madeira, fornecendo um aprofundamento sobre o assunto abordado.

 Como o marketing de conteúdo funciona

Mais importante do que entender o que é o marketing de conteúdo, é saber os motivos pelos quais essa forma de fazer marketing funciona. Portanto, deve-se ter em mente que o marketing de conteúdo acontece pautado em quatro etapas de um ciclo: visibilidade, pesquisa, consideração e compra.

 1) A visibilidade

O intuito principal do marketing de conteúdo é fornecer visibilidade para um determinado produto ou empresa. Assim, o consumidor é capaz de identificar quais são as suas necessidades após a leitura de um determinado conteúdo

Presume-se que esse consumidor ainda não sabe que existe uma solução para o seu problema, então um estabelecimento de móveis planejados para loja,  por exemplo, pode  produz textos que despertam no leitor a vontade de adquirir os produtos que fornece. 

2) A pesquisa

Uma vez que o consumidor lê a respeito de um determinado produto ou serviço e enxerga sua necessidade, provavelmente ele irá realizar uma pesquisa para descobrir a solução do mais eficiente para sua então necessidade. 

Dessa maneira, se esse consumidor estiver por dentro desse assunto, por ter encontrado em suas pesquisas conteúdos sustentáveis, poderá perceber que existe uma solução, e possivelmente vai dar início a pesquisas de valores, opiniões, atributos, entre outras informações sobre o determinado produto.

 3) A consideração

A partir desse ponto, os consumidores passam a comparar diferentes produtos de diferentes vendedores para ter a certeza de que eles terão um produto de máxima qualidade e com o melhor preço.

 4) A compra

Finalmente, após obter todas as informações necessárias, o consumidor chega ao ato da compra. Todas essas ações podem ser realizadas com auxílio dos próprios funcionários de uma determina empresa.

Um exemplo disso é um negócio de serviço de solda para desenvolver um bom conteúdo sobre o segmento nada melhor do que os trabalhadores e especializadas desta seção contribuir no trabalho do profissional responsável por produzir conteúdos que induza o potencial cliente a compra

A partir das informações acima, nota-se que o marketing de conteúdo é uma realidade e que aplicada da forma correta, gera uma relevância dentro das empresas. 

É importante estar sempre atento as mudanças que podem ocorrer dentro dessa área. Devido ao fato do trabalho de marketing de conteúdo ser essencialmente digital, as suas estratégias podem estar em constante adaptação.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *